Queda de Cabelo Pós-Parto – Quanto Tempo Dura & Como Tratar?

A gravidez traz muitas mudanças ao corpo, e não é só durante a gestação que essas mudanças acontecem. Após o nascimento do bebê também é possível ver mudanças acontecendo, como a queda de cabelo pós-parto, algo comum de acontecer e que traz muitas preocupações para as mulheres.

Se você já está vendo fios e fios caindo e se espanta cada vez que penteia o cabelo, é hora de entender o que acontece com o nosso corpo no pós-parto e entender porque o cabelo cai.

dicas

Sobre a Queda de Cabelo Pós-Parto

É Normal?

A queda de cabelo pós- pode parecer bastante assustador, mas é um fato comum sim.

Em geral, é comum perdermos de 100 a 125 fios de cabelo por dia, mas nessa fase de queda após o parto, podemos perder até 500 fios diariamente.

E mesmo parecendo algo bem grave, é um fato comum e que pode acontecer por mudanças hormonais e outros fatores. Sendo assim, nos resta esperar essa fase de queda de cabelo pós-parto passar e ver os novos fiozinhos nascendo e crescendo.

cabelo caindo

A queda de cabelo é normal nessa fase

Por que Acontece?

A queda de cabelo pós-parto está ligada a uma série de fatores que podem desencadear a queda dos fios, e para entender o por que isso acontece, vamos entender primeiro como é o processo “ciclo de vida” do nosso cabelo.

O nosso cabelo tem um ciclo de vida composto por 3 fases – crescimento, repouso e telógena.

  • Crescimento: essa fase dura anos e corresponde a 90% do nosso cabelo total, que é o tempo em que o cabelo demora entre o nascimento e crescimento dos fios;
  • Repouso: essa fase é caracterizada por um processo onde os fios ficam em total repouso, e não crescem e nem caem;
  • Telógena: é a fase que representa a queda de cabelo, e que costuma durar em torno de 3 meses, atingindo cerca de 10% do total das nossas madeixas, que passam por um processo de queda natural.
porque o cabelo cai

A queda pode estar relacionada a fatores hormonais

Entendido o ciclo de vida dos fios, podemos entender o porque da queda de cabelo pós-parto.

Durante o período de gestação, o nosso corpo passa produzir  um nível maior do hormônio estrógeno , e isso acelera a fase de crescimento do cabelo, nos dando a impressão de que durante a gravidez os fios estão com aspecto mais saudável e mais fortes.

Seguido do parto, há uma mudança hormonal no corpo da mulher, que tem uma queda brusca na produção de estrógeno, deixando os fios nas fase de repouso pelo período de 3 a 4 meses após o nascimento do bebê. Em seguida as madeixas entram na fase telógena, que é quando os fios começam a cair de modo mais intenso, por isso é notável que a queda de cabelo pós-parto é mais intensa.

Além dessa mudança hormonal que é comum no período entre gestação e pós-parto, outros fatores podem contribuir com a queda de cabelo, como a nova rotina mais intensa depois do nascimento do bebê, cansaço extremo, e deficiência de nutrientes essenciais, como ferro.

 

Quanto Tempo Dura?

A queda de cabelo feminino é diferente da queda de cabelo pós-parto, que está ligada a mudanças hormonais e uma série de fatores que envolvem o nascimento do bebê,

Sendo assim, a queda de cabelo pós-parto costuma acontecer depois de 3 a 4 meses do nascimento e é uma fase que dura até 3 meses com mais intensidade, e depois costuma voltar aos níveis normais de queda de cabelo.

Caso a queda excessiva continue após o período de 3 meses, é bom ficar em alerta e procurar um médico para relatar o que está acontecendo, e que muitas vezes pode indicar sinais de uma anemia pós-parto.

 

Como Tratar Queda de Cabelo Pós-Parto

Para quem está passando pela fase de queda de cabelo pós-parto, reunimos algumas dicas que podem amenizar a queda excessiva.

 

  • Cuide da Alimentação

Apesar da queda de cabelo após o parto estar intimamente ligada com questões hormonais, um fator que pode contribuir muito com a queda dos fios é a alimentação desequilibrada e sem a ingestão de alimentos riscos em nutrientes, o que pode causar anemia na mulher e intensificar a queda do cabelo.

Sendo assim, estabeleça uma dieta alimentar variada e rica em alimentos nutritivos, que ajudem a regular os níveis de nutrientes do corpo e diminuir a queda do cabelo.

Além da ingestão de alimentos mais saudáveis, não esqueça de manter-se hidratada tomando bastante água ao longo do dia.

dicas de como tratar

A alimentação rica em nutrientes pode amenizar a queda

  • Suplementação Nutriocinal

Em alguns casos, o uso de suplementos nutricionais é uma ótima alternativa para diminuir a queda de cabelo, principalmente em casos relacionados a falta de alguma vitamina.

Nesse tipo de caso, é indispensável que a suplementação seja uma recomendação médica, afinal essa suplementação precisa ser bem avaliada para não interferir na amamentação, além de não causar uma hipervitaminose, que pode trazer outros problemas.

suplementação

A indicação de suplementos sob orientação médica é uma alternativa de tratamento

  • Produtos Capilares

O uso de shampoo e condicionador que ajudam a cuidar dos fios mais frágeis é uma boa pedida para ajudar a fortalecer as madeixas, evitando a queda de cabelo.

Sendo assim, mantenha no uso rotineiro bons produtos e ao lavar as madeixas faça massagens circulares no couro cabeludo, ajudando a estimular o nascimento de novos fiozinhos.

Durante a fase de amamentação, não use produtos capilares estimulantes para crescimento de cabelo, a não ser sob orientação médica.

como lavar o cabelo

  • Evite Processos Químicos

Após o parto, as mudanças hormonais deixam o cabelo mais fragilizado, e nessa fase é ideal evitar processos químicos que podem vir a agredir ainda mais as madeixas já sensíveis.

Além de evitar processos químicos, evite também o uso constante de fontes de calor (secador, chapinha, babyliss) nas madeixas, que também podem deixar os fios mais sensíveis e danificados, e assim intensificando a queda de cabelo.

o que evitar

Processos químicos nessa fase podem intensificar a queda

  • Evite o Estresse

Após o nascimento do bebê, a mãe costuma passar por uma fase bastante intensa, com noites mal dormidas, cansaço excessivo e muita preocupação, o que resulta em um estresse acumulado e que pode intensificar a queda de cabelo.

Para evitar isso, aceite ajuda com os cuidados com o bebê e tire um tempinho para você relaxar e descansar, evitando ficar estressada.

evite o estresse

 

Se você já passou por essa fase, conta aqui nos comentários como foi esse processo para você e compartilhe suas dicas para evitar a queda excessiva.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *